Coronavírus

São Paulo SP receberá 1 milhão de doses prontas da CoronaVac na terça (29)

SP receberá 1 milhão de doses prontas da CoronaVac na terça (29)

Governo fez anúncio na chegada de 6 mil litros de IFA a Cumbica neste sábado (26) para produção de 10 milhões de doses da vacina

  • São Paulo | Do R7

Dose de CoronaVac

Dose de CoronaVac

Daniel Becerril/Reuters - 25.05.2021

Uma carga de um milhão de doses prontas da CoronaVac serão entregues ao estado de São Paulo na próxima terça-feira (29), anunciou o governador João Doria neste sábado (26). As doses serão enviadas pelo laboratório chinês Sinovac, parceiro do Instituto Butantan.

"Na próxima terça-feira, dia 29, vamos receber 1 milhão de doses prontas da vacina do Butantan. Estamos na luta para vacinarmos todos o mais rápido possível”, afirmou o governador. Doria esteve no aeroporto de Cumbica, na Grande São Paulo, para aguardar a chegada de 6 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) vindos da China para produzir 10 milhões de doses do imunizante. 

Vacinas prontas

A chegada de vacinas prontas é resultado de um encontro entre representantes do governo paulista, do Butantan e da Sinovac na última terça-feira (22).

Na ocasião, o governador Doria solicitou à ao laboratório chinês o envio de vacinas prontas em paralelo às remessas de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) para produção de doses na fábrica do Butantan. A chegada de vacinas prontas servirá para dar mais agilidade à campanha de vacinação.

Isso porque a produção em São Paulo envolve processos de envase, rotulagem, embalagem e um rigoroso controle de qualidade antes do fornecimento das vacinas ao PNI (Programa Nacional de Imunização) do Ministério da Saúde. O prazo entre a chegada de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) e a entrega das vacinas produzidas no Butantan gira em torno de 15 a 20 dias.

Segundo o governo, são feitas novas tratativas com a Sinovac para o envio de mais doses prontas nas próximas semanas.

Produção própria

A expectativa do governo de São Paulo é que, até o final de setembro, seja concluída a nova fábrica do Butantan, permitindo que produzam, a partir do início de 2022, as primeiras doses de CoronaVac sem necessidade de importação da matéria-prima. O local terá capacidade para fabricar 100 milhões de doses do imunizante por ano. As obras estão avançadas, com 60% do total concluído.

Últimas