São Paulo SP registra o dobro de policiais civis mortos com covid-19 em 2021

SP registra o dobro de policiais civis mortos com covid-19 em 2021

Segundo levantamento da Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo, 40 policiais morreram entre janeiro e abril deste ano

  • São Paulo | Letícia Dauer e Letícia Assis, da Agência Record

Divulgação/SSP-SP

O Estado de São Paulo registrou a morte de 40 policiais civis vítima de covid-19 neste ano de 2021. O número é o dobro do registrado em todo ano passado, conforme levantamento da Adpesp (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo).

Segundo a associação, até o início de abril, 3 policiais civis mulheres e 37 homens morreram em decorrência do coronavírus. As vítimas eram delegados, escrivães, investigadores e outros profissionais da Polícia Civil. Eles tinham entre 40 e 68 anos.

Os óbitos foram registrados em Araraquara, Avaré, Bauru, Caieiras, Franco da Rocha, Guarulhos, Ilha Solteira, Itapeva, Itapetininga, Ourinhos, Poá, Presidente Prudente, Queluz, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, Sorocaba e Taboão da Serra. Além desses municípios, no total, 14 mortes foram na capital.

O número de policiais mortos nos primeiros meses de 2021 já superou o total de óbitos em 2020. Entre março e dezembro do ano passado, 21 policiais civis perderam a vida para o covid-19 e 1.640 profissionais foram afastados após testar positivo para o vírus.

Ainda de acordo com o levantamento do Adpesp, em 2021, 900 agentes já foram afastados. A reportagem questionou a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo sobre os números, mas não obteve retorno até esta publicação.

Últimas