Coronavírus

São Paulo SP retoma vacinação de grávidas e puérperas nesta segunda (17)

SP retoma vacinação de grávidas e puérperas nesta segunda (17)

Cem mil mulheres com comorbidades e mais de 18 anos receberão doses da Pfizer e Coronavac após suspensão da AstraZeneca

Pelo menos 100 mil mulheres devem ser vacinadas nesta etapa

Pelo menos 100 mil mulheres devem ser vacinadas nesta etapa

Jefferson Coppola/Folhapress - 14.02.2008

O estado de São Paulo retoma a vacinação contra a covid-19 de grávidas e puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias) maiores de 18 anos e com comorbidades, a partir desta segunda-feira (17). 

A expectativa do governo do estado é de vacinar pelo menos 100 mil mulheres.

A imunização do grupo foi interrompida na segunda-feira (11) por conta da recomendação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de suspender a vacinação de grávidas com a vacina da Oxford. A orientação veio depois da morte de uma gestante e um feto, no Rio de Janeiro, em decorrência de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico, suspeito de ser um evento adverso grave do imunizante.

As doses da Pfizer e da CoronaVac serão as responsáveis por manter a proteção do grupo, um dos mais vulneráveis à covid-19. O número de gestantes e puérperas mortas neste ano pela doença no país já é maior que o registrado ao longo de 2020. Foram 494 vítimas em 2021, contra 457 em todo o ano passado. 

Na capital, a prefeitura confirmou que o grupo vai receber doses da Pfizer.

Grávidas e puérperas

De acordo com o PEI (Programa Estadual de Imunização), é preciso comprovar o estado gestacional e, no caso das puérperas, apresentar a declaração do nascimento da criança.

De acordo com a coordenadora do PEI, foram registradas 118 notificações de problemas referentes à vacinação em grávidas no estado de São Paulo. Ao menos 71 por vacinas erradas, sendo aplicadas vacinas contra o novo coronavírus no lugar da vacina contra a gripe. Além disso, 35 mulheres apresentaram efeitos colaterais, como dores e cansaço.

Últimas