São Paulo SP: suspeita de permitir que filha fosse estuprada por 10 anos é presa

SP: suspeita de permitir que filha fosse estuprada por 10 anos é presa

De acordo com delegada, mulher permitiu que menina fosse abusada sexualmente pelo vizinho entre os cinco e os 15 anos

  • São Paulo | Geovanna Hora, da Agência Record*

Mulher estava foragida desde 2018

Mulher estava foragida desde 2018

Edu Garcia/R7

Uma mulher foi presa, condenada a 36 anos de prisão, por permitir que a filha fosse estuprada durante dez anos, em São Paulo, nesta quinta-feira (5).

De acordo com a delegada Ivalda Aleixo, do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas), a mulher permitiu que a sua filha fosse estuprada por um vizinho, entre os cinco e os quinze anos.

A delegada afirmou que, além da violência sexual, a menina também era vítima de outras agressões físicas e tortura. A mãe tinha um acordo com o vizinho, que dava melhores condições de vida a ela.

A mulher, de 77 anos, estava foragida desde 2018, quando foi condenada a 36 anos de prisão.

*Estagiária da Agência Record, sob supervisão de Leticia Dauer

Últimas