São Paulo SP tem novo recorde de calor, mas temperatura deve cair nesta sexta

SP tem novo recorde de calor, mas temperatura deve cair nesta sexta

Pelo quarto dia consecutivo, São Paulo teve o recorde de calor no inverno. Frente fria pode baixar temperaturas para até 22°C em alguns pontos

No final de semana o calor vai voltar de forma mais amena

No final de semana o calor vai voltar de forma mais amena

CRIS FAGA/ESTADÃO CONTEÚDO

Depois de uma semana marcada por muito calor e baixa umidade do ar, o pico de calor do inverno paulistano desde 2015 foi batido mais uma vez nesta quinta-feira (12). Porém, com a chegada de uma frente fria, o calor deve diminuir no Estado de São Paulo nesta sexta-feira (13), com temperaturas de até 22°C em alguns pontos da capital, segundo dados do Inmet (Instituto Nacional de Metereologia).

Leia mais: São Paulo tem umidade abaixo de 20% e recorde de calor no inverno

Os 34,5°C registrados nesta tarde na capital paulista tornaram esta quinta o segundo dia mais quente do ano (temperatura esteve em 35,9°C no dia 2 de fevereiro de 2019). Em Barretos, foi registrada a maior temperatura do Estado: 40,5°C. 

Ainda de acordo com o INMET, a temperatura máxima de 35,4°C da capital é a segunda maior de setembro da história da cidade. As medições começaram em 1943 e, nestes 77 anos, apenas no dia 19 de setembro de 2015 fez uma temperatura maior que a de hoje: 35,5°C.

A região Sudeste passava por um bloqueio atmosférico, que impedia a chegada de massas de ar frias. O forte calor levou a Defesa Civil a emitir alerta para forte onda de calor que chegaria na cidade na última quarta-feira e nesta quinta. Além das temperaturas, os baixos índices de umidade do ar colocaram a capital em estado de atenção.

                                                     Mudança de temperatura

Frente fria deve chegar até a madrugada desta quinta

Frente fria deve chegar até a madrugada desta quinta

Reprodução/ CPTEC - INPE

A nova mudança de temperatura faz parte do período de transição entre o inverno e o verão, potencializado pelo fenômeno climático El Ninõ.

A frente fria deve causar chuvas no litoral do Estado. Na capital, a queda de temperatura e aumento das nuvens serãos as consequências da chegada de novas massas de ar, que serão desviadas para o Oceano Atlântico.

A meteorologista Maria Clara Sassaki garantiu que no fim de semana o calor deve voltar, de forma mais amena. "A sensação de frio será sentida só amanhã. Quem descer para o litoral do estado tem que prestar atenção na ventania e nos nevoeiros pelas áreas de serra", afirmou Maria. 

Ela disse que a partir da próxima semana o clima quente ( com a baixa umidade do ar), deve voltar na cidade de São Paulo, depois da passagem desta frente fria. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ana Vinhas