SP tem queda em números de óbitos pela 2ª semana consecutiva

Na capital, a queda no número de óbitos em decorrência do coronavírus foi de 19%, na Grande São Paulo, 12% e no interior do estado, 6%

De volta às coletivas, Doria anuncia 2ª queda em número de óbitos

De volta às coletivas, Doria anuncia 2ª queda em número de óbitos

Governo do Estado de São Paulo - 10.08.2020

O governador João Doria, que voltou a participar das coletivas de imprensa presencialmente no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, informou, nesta segunda-feira (24), que o Estado teve queda consecutiva no número de óbitos em decorrência do coronavírus. 

Leia também: Governo de SP fará teste de coronavírus na rede estadual

"Na última semana, o Estado teve uma queda de 9% no número de óbitos na comparação com a semana anterior. Foram 152 mortes a menos, passando de 1.764, entre os dias 9 a 15 de agosto, para 1.612, na semana de 16 a 22 de agosto." A diminuição no número de óbitos, segundo o governo, foi registrada em todas as regiões do estado neste período. 

Na capital, a queda foi de 19%, na Grande São Paulo, 12% e no interior do estado, 6%. "São bons sinais que nos fortalecem no enfrentamento da pandemia, mas registramos com extrema prudência", afirmou Doria.

Leia mais: PM que pisou em pescoço de mulher é indiciado por abuso de autoridade

"Ainda não é horas de celebrarmos nem comemorarmos nada. Ainda precisamos continuar firmes para o atendimento daqueles que ainda estão infectados. Não podemos deixar de seguir as regras de isolamento social, lavar as mãos e usar álcool gel. Só venceremos a pandemia com a vacina", afirmou Doria.

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, informou que o Estado registrou até o momento 756.480 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus e 28.505 mortes pela covid-19.

Segundo Gorinchteyn, a taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 53,7% no Estado de São Paulo e de 55,6% na capital. No domingo (23), houve uma redução de 24,5% no número de casos confirmados, de 7,1% de óbitos e de 10,6% das internações nos últimos sete dias em relação ao período anterior.

Na capital a queda é ainda mais acentuada: houve diminuição de 47% no número de casos confirmados, de 17,4% em óbitos e de 11 5% em internações para o mesmo comparativo.