São Paulo SP tem segundo dia mais quente da história nesta quarta

SP tem segundo dia mais quente da história nesta quarta

Com 37,1°C, capital também bateu recorde de temperatura em 2020, perdendo somente para os 37,8°C registrados em outubro de 2014

  • São Paulo | Do R7, com Tempo Agora

Região de Pinheiros com relógios registrando temperatura de 37°C

Região de Pinheiros com relógios registrando temperatura de 37°C

ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

A cidade de São Paulo registrou 37,1°C nesta quarta-feira (30), o que é o novo recorde de calor para a capital paulista em 2020 e o segundo maior na história, segundo aferição do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). A temperatura mais alta da história segue sendo os 37,8ºC registrados no dia 17 de outubro de 2014. 

Leia mais: Massa de ar seco e quente deve ficar no país até semana que vem

Até esta quarta, a maior temperatura registrada na capital neste ano foi de 34,8°C, no dia 27 de setembro. Até o final de semana o calor não dá trégua. A quinta-feira (01) será ensolarada, quente e seca, com termômetros oscilando entre 20°C na madrugada e 37°C no meio tarde e índices de umidade do ar abaixo de 30%. Na sexta-feira (02) o cenário se repetirá, com máximas de até 37°C.

O CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) da prefeitura de São Paulo emitiu alerta para as condições do ar nos próximos dias, que pode piorar pela combinação de falta de chuva, temperaturas muito elevadas e baixa umidade, aumentando risco de problemas respiratórios e incêndio.

Calor histórico

O final de setembro trouxe ondas de calor históricas na região Sudeste. No oeste do estado de São Paulo, as temperaturas estão em 41°C, valor 7°C mais elevado que o normal para época do ano.

No Rio de Janeiro, Espírito Santo e leste de São Paulo, a temperatura oscilará entre períodos de calor intenso e temperaturas mais baixas. Após 10 de outubro, esperam-se temperaturas mais baixas em todo o Sudeste.

Últimas