Coronavírus

São Paulo SP terá novo hospital de campanha em Heliópolis a partir do dia 20

SP terá novo hospital de campanha em Heliópolis a partir do dia 20

Unidade com 200 leitos será a quarta instalada na cidade, que conta com estruturas montadas no Anhembi, no Pacaembu e no Ibirapuera

  • São Paulo | Do R7

AME do Hospital Heliópolis será adaptada para virar hospital de campanha

AME do Hospital Heliópolis será adaptada para virar hospital de campanha

Reprodução

O quarto hospital de campanha na cidade de São Paulo será inaugurado no dia 20 de maio em Heliópolis, na zona sul, anunciou o secretário estadual de Saúde José Henrique Germann nesta quinta-feira (14). 

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

A estrutura usada será a do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Luiz Roberto Barradas Barata, do Hospital Heliópolis. O AME passa por obras de adaptação para se tornar um hospital com com 200 leitos, 148 deles de enfermaria, 28 de estabilização e 24 de UTI. O investimento é de R$ 30 milhões divididos em 6 meses e R$ 95 mil em custeio. De acordo com o secretário, 94% das obras foram concluídas.

A capital paulista já conta com outros três hospitais de campanha, montados no no Estádio do Pacaembu, na zona oeste, no Centro de Convenções do Anhembi, na zona norte, e no Complexo Esportivo do Ibirapuera, na zona sul.

O estado de São Paulo tem 54.286 casos confirmados de covid-19 e 4.315 mortes. Há cerca de 10 mil pacientes internados na rede, entre casos suspeitos ou confirmados da doença. A taxa de ocupação dos leitos de UTI em todo o estado é de 69% e na Grande São Paulo, 85,5%.

O hospital de campanha do Ibirapuera, administrado pelo governo do estado já recebeu 224 pacientes desde o início das atividades, em 1º de maio. Desde então, 87 tiveram alta, 27 foram transferidos. Nesta quinta, há 114 internados, 105 deles em enfermaria e nove em leitos de estabilização ou intubados.

Luta contra o tempo

Mais 154 leitos de UTI serão disponibilizados no estado de São Paulo até a medade de junho, de acordo com o diretor do Instituto Emílio Ribas, Luiz Carlos Pereira Júnior. No Emílio Ribas, são instalados cerca de dez leitos a cada dez dias. 

Pereira afirmou que o sistema de saúde "luta contra o tempo" em relação à abertura de novos leitos de UTI, que precisa corresponder à necessidade de novos pacientes internados. "Para quem é essa boa noticia de que temos cada vez mais leitos de UTI? Para amigos, parentes, filhos daqueles que precisam ser intubados e precisam de ventilação mecânica. A melhor notícia mesmo para todos nós seria não precisar destes leitos de UTI" afirmou, pedindo apoio às medidas de isolamento social para conter a disseminação da doença.

Tomógrafo

Também foi investido R$ 1,15 milhão do governo do estado em um novo tomógrafo para o instituto. A preparação para instação do novo aparelho nesta quinta e operação deve começar no dia 22 de maio. De acordo com Pereira, exames de imagem de tomografia são importantes par ao acompanhamento da infecção. A necessidade de um novo aparelho se deu por conta da desinfecção necessária a cada uso, que aumenta o tempo entre a realização de cada exame.

Novo hospital

Em São Bernardo será inaugurado nesta quinta o Hospital de Urgência (HU), dedicado exclusivamente a pacientes com covid-19. A unidade terá 250 leitos, sendo 80 de UTI e 170 de enfermaria.

Veja imagens do hospital de campanha do Ibirapuera:

Últimas