Coronavírus

São Paulo SP vai antecipar vacinação contra covid para adultos e adolescentes

SP vai antecipar vacinação contra covid para adultos e adolescentes

População adulta de até 18 anos será imunizada até a 1ª quinzena de agosto. Adolescentes começam vacinação dia 20 de agosto

  • São Paulo | Do R7

Governo de SP antecipa calendário de vacinação para adultos e adolescentes

Governo de SP antecipa calendário de vacinação para adultos e adolescentes

Pixabay - 27.06.2021

O governo de São Paulo vai antecipar o cronograma de vacinação para adultos e adolescentes nesta quarta-feira (28). A primeira dose da imunização será dada na população adulta de até 18 anos até a primeira quinzena de agosto. Antes, a data prevista pela administração estadual era para o dia 20. 

A vacinação de adolescentes com a vacina Pzifer, a única liberada pela Anvisa para essa faixa etária, começará no dia 20 agosto. A data foi antecipada em 3 dia em relação ao prazo divulgado anteriormente. O governador João Doria (PSDB), que retornou hoje ao trabalho presencial após a segunda infecção por covid-19, dará mais detalhes sobre a antecipação na coletiva de imprensa das 12h45, no Palácio dos Bandeirantes.

Em relação à imunização de adolescentes, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que estão sendo elaborados, no momento, procedimentos para a modificação da bula da CoronaVac para essa faixa etária e espera a autorização da Anvisa para essa a aplicação do imunizantes para esse grupo. "O processo está em andamento e esperamos que em breve possa haver a autorização para estensão da vacina para a população dos 3 aos 17 anos", disse.

"Quando o governador e o vice-governador colocaram o dia da esperança para o dia 20 e temos todo um planejamento a seguir seguido, teremos uma nova reunião para rediscutir estratégias. Hoje na coletiva de imprensa teremos novidades para passar a todos quanto ao dia da esperança e quanto a eventual antecipação em alguma outra faixa etária", afirmou Jean Gorinchteyn, secretário de saúde estadual. 

O vice-governador Rodrigo Garcia, que acompanhou a entrega de mais 1,5 milhão de doses da CoronaVac na manhã desta quarta-feira na sede do Instituto Butantan, afirmou que São Paulo está na melhor semana de combate a covid-19. Do total de doses, 339 mil permanecem em São Paulo. "Estamos fechando os números da última semana epidemiológica, e até o final da manhã definiremos as regras a partir de agosto e do cronograma vacinal a partir de hoje."

Ele afirmou que no final da manhã desta quarta-feira ocorrerá uma reunião entre membros do governo, do Comitê de Contingenciamento do Coronavírus e com a coordenadora do PEI, Regiane de Paula, para tratar da eventual antecipação do calendário de vacinação e eventuais mudanças nas regras do Plano São Paulo. 

De acordo com o governo, São Paulo aplicou 35 milhões de doses, cerca de 25 milhões referentes à primeira dose, o que provocou a queda no número de mortes, casos e internações. "Isso representa 75% da população alvo imunizada com a primeira dose e 57% de toda a população", afirmou Gorinchteyn. 

Em relação ao envio de doses de vacinas pelo Ministério da Saúde, a coordenadora do PEI, Regiane de Paula afirmou que São Paulo recebeu na segunda-feira 475 mil doses do imunizante da Pfizer. "Entre o dia 20 e 26, o Ministério da Saúde recebeu 7 milhões de doses da Pfizer, São Paulo teria de 22,6% a 23% o que corresponde a 1.662 milhão de doses", disse.

"Recebemos na segunda-feira 475 mil doses. Do butantan, recebemos de forma regular e aguardamos a entrega da Astrazeneca. Pedimos celeridade na logística ao PNI. São 645 municipios que aguardam doses de vacina.  Do mesmo jeito que o PEI trabalha com planejameto e logística e coloca na rede as vacinas 24h depois que elas chegam, aguardamos o mesmo do Ministério da Saúde", afirmou Regiane. 

Últimas