Coronavírus

São Paulo SP: variante Delta é identificada em dois tripulantes de navio em Santos

SP: variante Delta é identificada em dois tripulantes de navio em Santos

Navio internacional MTM Southport, com bandeira de Singapura, parou no porto de Aratú, Bahia, antes de chegar a SP, em julho

  • São Paulo | Marcos Rosendo, da Agência Record, e Gilberto Gava, da Record TV

Coronavírus

Coronavírus

Portal Correio

A presença da variante Delta do novo coronavírus foi identificada em dois tripulantes de um navio que aportou em Santos, no litoral de São Paulo, em julho, e foi mantido em quarentena após confirmação de 15 casos de covid-19. A informação foi confirmada pelo Instituto Adolfo Lutz, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo nesta segunda-feira (2).

O navio internacional MTM Southport, com bandeira de Singapura, realizou uma parada no porto de Aratú, Bahia, antes de chegar ao litoral paulista.

Um sequenciamento genético foi feito a partir das amostras de RT-PCR dos dois pacientes. Eles foram hospitalizados na Santa Casa de Santos após autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e do Porto de Santos para desembarcarem em 27 de julho.

Os casos representam uma provável importação do vírus, e a confirmação da variante Delta é representativa para a circulação da variante entre os tripulantes da embarcação.

O Instituto Adolfo Lutz também fará sequenciamento de amostras de tripulantes sintomáticos do navio CS Crystal, atracado no Porto de Santos e originário de Dakar. O Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) estadual, o Grupo de Vigilância da Baixada Santista, o município de Santos e a Anvisa, monitoram os casos e o cenário local.

As condutas de isolamento, monitoramento, diagnóstico e assistência são as mesmas já realizadas e recomendadas pelas autoridades sanitárias.

Balanço

Análises do Instituto Adolfo Lutz e do CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica) identificaram 793 casos autóctones das quatro "variantes de atenção" no estado de São Paulo até 2 de agosto. São 25 casos de Delta (21 na capital, um em Santos, um em Guaratinguetá, um em Pindamonhangaba e um em Pirassununga), três de Beta, 42 de Alpha e 723 de Gamma.

Últimas