Suposto líder espiritual é suspeito de extorsão e abuso sexual

Comerciante diz ter perdido R$ 300 mil. Suspeito deve ser investigado pela delegacia de Mairiporã também por abusar da companheira do cliente

Vítima deu relato à reportagem do Cidade Alerta

Vítima deu relato à reportagem do Cidade Alerta

Reprodução/Record TV

Um homem de 65 anos que se apresenta como líder espiritual é suspeito de extorquir um cliente e de abusar sexualmente de sua companheira na frente dele. De acordo com a vítima, que é comerciante, o valor repassado ao suspeito é de cerca de R$ 300 mil.

O comerciamente buscou ajuda com o suposto líder espiritual porque passava por problemas pessoais. A dívida, que começou com R$ 48 mil triplicou com o passar dos anos. O comerciante teve de fechar a empresa, está endividado e afirma ter sido ameaçado de morte caso não pagasse a dívida.

Segundo a vítima, inicialmente eram realizados pagamentos semanais de R$ 1 mil, que depois passaram a R$ 3 mil. A vítima diz que começou a atrasar pagamneto de contas, aluguel e o salário de funcionários para honrar o compromisso com o suspeito.

O abuso, segundo as vítimas, ocorreu quando o suposto líder espiritual disse que faria uma cura na companheira do comerciante. 

Em entrevista ao Cidade Alerta, o advogado das vítimas afirmou que dois inquéritos foram abertos na Delegacia de Mairiporã, na Grande São Paulo, um de estupro e um de extorsão. 

Procurado pela reportagem da Record TV, em frente à delegacia de Mairiporã, na Grande São Paulo, o homem nega as acusações.