Suspeito de matar ex a facadas se entrega à polícia em São Paulo

Homem alega que foi atacado pela vítima e agiu em legítima defesa. Polícia investiga se caso é de feminicídio ocorrido após término do relacionamento

Talita Santos Santana tinha 27 anos

Talita Santos Santana tinha 27 anos

Reprodução/Record TV

Um homem suspeito de matar a ex-muher a facadas se entregou à Polícia Civil no fim da noite desta quinta-feira (21). Ele responderá pela morte da estudante de direito Talita Santos Santana, de 27 anos, encontrada morta dentro de casa na manhã de quarta-feira (13), na Rua Conselheiro Moreira de Barros, em Santana, na zona norte de São Paulo.

Veja também: Suspeito de invadir casa de médico morto em SP é identificado

A vítima e o ex haviam terminado o relacionamento há sete meses, segundo familiares, depois que ela descobriu uma traição. O ex não teria aceitado a separação e começou a perseguir a jovem. 

Leia também: Unidade de delegacia da mulher é invadida por baratas em SP

O corpo foi descoberto depois que um tio do suspeito acionou a polícia. Ele disse ter recebido uma mensagem do suspeito, escrita logo após deixar a casa de Talita, dizendo que tinha “feito uma besteira”. Quando os agentes chegaram à residência, encontraram a jovem morta no quarto e o filho de cinco anos do casal dormindo na sala.

Veja também: Suspeitos de falsificação de bebidas são presos na zona sul de SP

O suspeito alega legítima defesa. Em depoimento à polícia, ele disse que foi Talita quem o chamou para ir à casa dela um dia antes do crime e que tinha deixado a porta destrancada. Ele disse que entrou na casa, viu o filho na sala e, ao chegar ao quarto, foi atacado por Talita com uma faca e reagiu. A vítima foi golpeada na região do pescoço e na costela.

O caso está investigado pelo 13° DP (Casa Verde). O depoimento do suspeito será confrontado com os laudos periciais que devem ficar prontos nos próximos dias.