São Paulo Suspeito de violência doméstica, homem é morto na Brasilândia (SP)

Suspeito de violência doméstica, homem é morto na Brasilândia (SP)

Polícia encontrou Edmilson Ferreira de Souza caído no chão com golpes de faca; principal suspeito é o filho, adolescente de 14 anos

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Caso ocorreu na Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo

Caso ocorreu na Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo

Reprodução Google Street View

Um homem foi encontrado morto dentro de casa, na Brasilândia, zona norte de São Paulo, no início da madrugada desta segunda-feira (8). Segundo a polícia, o filho, de 14 anos, é o principal suspeito do crime. O caso ocorreu na rua José da Costa Pereira, número 667, às 00h12.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de homicídio. No local, encontraram o ajudante de pintor Edmilson Ferreira de Souza, de 36 anos, caído no chão, com golpes de faca e sangue nos braços. A morte foi constatada no local.

De acordo com o cunhado e vizinho da vítima, que estava na porta da casa, Edmilson e um cunhado dele estavam em um bar. O ajudante de pintor teria ficado embriagado e afirmado que atearia fogo na casa para matar a mulher. Segundo o vizinho, Agnaldo, o filho do casal Kauê Ferreira da Silva, é o principal suspeito e também estava no bar.

Agnaldo ainda informou que Edmilson costumava ser muito violento com sua esposa e que já a agrediu diversas vezes. Sérgio, que é vizinho da família há sete anos, informou que ouviu barulhos que aparentavam ser de coisas quebrando vindo da casa e foi verificar o que ocorreu, quando encontrou Edmilson já sem vida.

O vizinho relatou que Kauê, acompanhado de um primo, saiu gritando na rua dizendo que achava que tinha matado seu pai e precisava de ajuda. Antes da chegada do resgate, o filho do casal havia fugido. A polícia realizou buscas pelo adolescente, mas ele não foi localizado.

Sérgio confirmou que Edmilson consumia bebidas alcoólicas frequentemente, causando transtornos na casa. O caso foi registrado como homicídio simples no 72° Distrito Policial.

Últimas