Coronavírus

São Paulo Taxa de ocupação de UTIs está acima de 80% em 14 regionais de SP

Taxa de ocupação de UTIs está acima de 80% em 14 regionais de SP

Levantamento da Fundação Seade indica que índices estão mais baixos apenas na Baixada Santista, Araçatuba e Grande SP

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Taxa de ocupação de UTIs para covid-19 está acima de 80% em 14 das 17 regionais de SP

Taxa de ocupação de UTIs para covid-19 está acima de 80% em 14 das 17 regionais de SP

Miguel Schincariol/AFP - 17.03.2021

Dos 17 Departamentos Regionais de Saúde de São Paulo, 14 estão com a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados a pacientes de covid-19 acima de 80%. Os dados foram obtidos pela Fundação Seade, da Secretaria Estadual de Saúde. 

Mais de 50% do estado de São Paulo ainda registra índices acima de 90%. A situação é mais crítica nas regiões de Marília (95,6%), Barretos (95,1%), Presidente Prudente (94,6%), Ribeirão Preto (93,5%) e São João da Boa Vista (92,1%), no interio paulista.

As únicas regiões com taxa de ocupação de UTI abaixo de 80% são Baixada Santista (69,1%), Araçatuba (75,1%) e Grande São Paulo (79,4%).

Devido ao aumento nos números de internações, casos e óbitos por covid-19 no início do mês, o governo prorrogou a fase de transição do Plano São Paulo de flexibilização econômica até 30 de junho.

Na manhã desta segunda-feira (14), durante entrega de mais um lote da CoronaVac ao Ministério da Saúde, o secretário estadual de saúde, Jean Gorinchteyn, afirmou que não será necessária a manutenção da fase de transição.

Gorinchteyn também lembrou que os municípios possuem autonomia para realizar mais restrições se observarem que a alta taxa de ocupação da UTI ameaça a população.

Últimas