São Paulo TCE: SP tem R$ 25 bilhões em mais de mil obras paradas ou com atraso

TCE: SP tem R$ 25 bilhões em mais de mil obras paradas ou com atraso

Segundo levantamento que corresponde ao primeiro trimestre de 2021, são 1.156 obras municipais e estaduais com problemas

  • São Paulo | Do R7

Paralisadas desde 2016, obras da Linha 6 do Metrô foram retomadas: mais de R$ 23 bi

Paralisadas desde 2016, obras da Linha 6 do Metrô foram retomadas: mais de R$ 23 bi

Reprodução/RecordTV

O estado de São Paulo começou o primeiro semestre de 2021 com 1.156 obras paralisadas ou atrasadas, cujo montante é superior a R$ 25 bilhões, segundo levantamento do TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo). Do total, segundo o órgão, são 646 obras paralisadas e 510 estão atrasadas.

Os dados foram colhidos até 12 de abril e correspondem de janeiro a março deste ano.
Os investimentos nos projetos em cidades do interior, do litoral e na capital paulista foram firmados pelos municípios e pelo governo paulista.

Como aponta o órgão, houve aumento em relação ao período anterior, o quatro trimestre de 2020, quando haviam 1.139 obras com problemas.

Os valores investidos, no entanto, caíram de R$ 46,28 bilhões para R$ 25,49 bilhões. O motivo da queda foi a retomada das obras da Linha 6-Laranja do Metrô, paralisadas desde 2016 e com nova previsão de conclusão para 2025. Seu valor inicial era superior a R$ 23 bilhões.

A quem pertencem as obras

Aproximadamente 85% das obras são municipais (977) e cerca de 15% são estaduais (179), aponta o TCE paulista.

No entanto, os empreendimentos de responsabilidade do estado correspondem a 90,6% do valor investido – superando R$ 23 bilhões – e os municipais têm montante de R$ 2,3 bilhões (9,36%).

Entre os setores que mais aparecem entre as obras, a Educação é a primeira, com 252 empreendimentos (21,8%), seguida por equipamentos urbanos, obras da Saúde e de mobilidade.

Para acessar o painel das obras atrasadas do TCE com a lista completa, basta acessar este link.

Últimas