"Tem os preguiçosos", diz Bia Doria sobre moradores de rua em SP

Declaração foi dada em reunião online de voluntariado da Sabesp. Em julho, a primeira-dama também deu outra declaração polêmcia sobre o assunto

Bia Doria se envolve em nova polêmica durante reunião virtual

Bia Doria se envolve em nova polêmica durante reunião virtual

Divulgação Redes Sociais

A primeira-dama do estado se envolveu em uma nova polêmica sobre os moradores em situação de rua de São Paulo. Presidente do Fundo Social de Soliedariedade, Bia Doria, afirmou nesta sexta-feira (28) em uma reunião online do programa de voluntariado da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) que há pessoas que são "preguiçosas".

Leia também: Mortalidade por covid-19 é maior entre população negra em SP

"Todos os dias a gente vai, a gente conversa, a gente consegue levar para as clínicas de reabilitação. Porque geralmente ou é bebida, ou é desamor em casa, ou é algum problema de químico... que as pessoas vão pra rua. E também tem os preguiçosos, que a gente não pode falar, tem que só ajudar", disse Bia Doria.

Em julho, a primeira-dama já havia se envolvido em outra polêmica com a socialite Val Marchiori. Na época, elas receberam duras críticas nas redes sociais após falarem sobre a situação dos moradores de rua.

"Não é correto chegar na rua e dar marmita [para moradores de rua], porque a pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua. A rua é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua", declarou Bia no vídeo, gerando revolta entre os internautas.

Em nota, a assessoria do Governo de SP afirmou mais uma vez que "a frase de Bia Doria foi tirada do contexto". E que durante uma reunião virtual de mais de uma hora sobre o programa de voluntariado da Sabesp, a presidente do Fundo Social detalhou todas as ações da Campanha do Inverno Solidário liderada por ela, que este ano bateu recorde de doações distribuindo 154 mil cobertores novos para a população em situação de rua em todo Estado.

"Na mesma ocasião Bia Doria explicitou que 'cada morador de rua tem um problema grande e diverso' e explicou que junto à sua equipe de assistentes sociais trabalha diariamente para ajudar estas pessoas e encaminhar cada caso para o atendimento adequado. Bia Doria tem muito respeito pelas pessoas que moram na rua.", finalizou.