São Paulo Temporal deixa mortos e causa mais de 600 pontos de alagamento em SP

Temporal deixa mortos e causa mais de 600 pontos de alagamento em SP

Desabamento matou quatro em Ribeirão Pires, e enchentes deixaram outros três mortos. Prefeitura suspendeu o rodízio de veículos na capital paulista

Temporal afetou o transporte na cidade de São Paulo

Temporal afetou o transporte na cidade de São Paulo

Reprodução/Record TV

O temporal que atingiu a cidade de São Paulo e a região metropolitana, durante a noite de domingo (10) e a madrugada desta segunda-feira (11), deixou, ao menos, 7 mortos e provocou um rastro de destruição. Outras quatro pessoas ficaram feridas.

Houve desabamentos e desmoronamentos de casas, diversas quedas de árvores e centenas de pontos de enchente na capital e na região metropolitana.

Entre a meia-noite e às 10h20, o Corpo de Bombeiros registrou, somente na cidade de São Paulo, 698 chamados para enchentes e alagamentos, 76 para desmoronamentos e desabamentos e 78 para quedas de árvores.

Em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo, um desabamento de residência provocou quatro mortes, de acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, capitão Marcos Palumbo.

As outras três mortes foram registradas em São Paulo e em São Bernardo do Campo. Na avenida do Estado, dois corpos foram achados — um na altura da Vila Prudente, na zona leste da capital, e outro na altura da rua Ibitirama, bairro Vila Prudente, zona leste da capital. A terceira vítima foi localizada no bairro Taboão, em São Bernardo do Campo.

Em Embu Mirim, o desabamento de uma casa deixou quatro pessoas feridas na madrugada desta segunda.

Outras três pessoas — mãe e duas crianças — também foram vítimas de um desabamento no bairro São Rafael, na zona sul de São Paulo e perto da divisa com Mauá. Uma das crianças foi socorrida e está estado grave. Todas as vítimas foram encaminhadas ao pronto-socorro de Sapopemba.

Os alagamentos também causaram estragos. Na região do Sacomã, um ônibus biarticulado, com passageiros dentro, ficou preso na enchente por mais de 8 horas. Em entrevista à Record TV, uma passageira afirmou que um idoso chegou a passar mal dentro do veículo.

Desabamento em Ribeirão Pires matou duas pessoas nesta segunda-feira

Desabamento em Ribeirão Pires matou duas pessoas nesta segunda-feira

Divulgação/Corpo de Bombeiros

Transportes

Quem depende do transporte público para se locomover na capital paulista também enfrenta dificuldades. Na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), a Linha 10-Turquesa está paralisada desde a madrugada e não tem previsão de volta. As demais linhas de trem funcionam normalmente, de acordo com a CPTM.

No Metrô de São Paulo, a circulação dos trens é normal.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que o rodízio de veículos está suspenso

O aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, tinha 32 voos atrasados e 10 cancelados — dos 42 programados até às 8h — no início da manhã desta segunda-feira.

* Estagiária do R7, sob a supervisão de Raphael Hakime