Novo Coronavírus

São Paulo Testagem e público limitado: SP fará eventos-teste a partir de junho

Testagem e público limitado: SP fará eventos-teste a partir de junho

Serão quatro eventos sociais, três festas, duas feiras criativas e uma de negócios. Intuito é monitorar participantes por 2 semanas

  • São Paulo | Do R7

Eventos-teste já foram realizados em outros países

Eventos-teste já foram realizados em outros países

Albert Gea/Reuters

O governo do estado de São Paulo realizará, a partir 15 de junho, dez eventos-teste como forma de estudo na pandemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB), nesta quarta-feira (26), no Palácio dos Bandeirantes.

Os eventos-piloto terão limitação de público, ambiente controlado e testagem rápida por antígeno (de 15 minutos) para a covid-19, seguindo exemplos de outros países, disse o governador.

Serão quatro eventos sociais, três festas, duas feiras criativas e uma feira de negócios. Os eventos se distribuirão pelas cidades de São Paulo, Campinas, Santos e outros municípios do interior paulista.

O intuito do estudo é realizar um monitoramento dos participantes dos eventos ao longo das duas semanas seguintes para que o governo possa planejar o segundo semestre a partir de dados, segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

Veja a distribuição dos dez eventos no estado de São Paulo

Veja a distribuição dos dez eventos no estado de São Paulo

Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

“Isso não é retomada, não é abertura. São 10 eventos controlados para monitoramento cientifico”, afirmou Patrícia. Segundo ela, os eventos contarão com protocolos de biossegurança e apoio de epidemiologistas para a realização dos eventos e da pesquisa.

Também durante a coletiva, João Doria anunciou a prorrogação para até 14 de junho da atual fase de transição do Plano SP de flexibilização econômica como contenção ao avanço do novo coronavírus. 

Assim, as atividades comerciais continuarão funcionando das 6h até as 21h, anunciou o governador. O toque de recolher permanece entre 21h e 5h do dia seguinte.

Eventos seguirão exemplos de cidades como Barcelona, Sydney e Nova York

Eventos seguirão exemplos de cidades como Barcelona, Sydney e Nova York

Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Novos cronogramas de vacinação

Conforme antecipado, o estado também anunciou que vai vacinar as pessoas entre 45 e 54 anos no mês de agosto. Inicialmente, entre os dias 2 a 16, será a vez de pessoas com idades entre 50 e 54 anos. Depois, entre os dias 17 e 31, será a vez de quem tem entre 45 e 49 anos.

Durante a coletiva, o governo também informou que a vacinação dos trabalhadores aeroviários no dia 28 de maio e dos portoviários no dia 1º de junho. Estima-se que 40 mil pessoas devem ser imunizadas nestes dois grupos.

Últimas