São Paulo Teste do Pezinho Ampliado será oferecido na rede municipal de SP

Teste do Pezinho Ampliado será oferecido na rede municipal de SP

Medida aumenta possibilidade de diagnóstico precoce para até 50 doenças. Cerca de 52.200 exames devem ser realizados mensalmente 

  • São Paulo | Do R7

Medida amplia para até 50 doenças a possibilidade de diagnóstico

Medida amplia para até 50 doenças a possibilidade de diagnóstico

Bebê Mamãe

A partir da segunda quinzena de dezembro, a rede municipal de Saúde da capital paulista passará oferecer aos recém-nascidos o Teste do Pezinho Ampliado, que detecta doenças genéticas, congênitas, infecciosas e erros inatos do metabolismo e da imunidade.

Leia também: Assintomático, secretário da saúde de SP é diagnosticado com covid-19

Antes, era possível detectar apenas algumas doenças, como fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, fibrose cística, anemia falciforme e demais hemoglobinopatias, hiperplasia adrenal congênita e deficiência biotinidase.

A partir da mudança, doenças como toxoplasmose, galactosemias e outras passarão a fazer parte da triagem de até 50 patologias no mesmo bebê, conforme a testagem realizada e a necessidade.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a aplicação do teste auxilia na realização de diagnóstico precoce dessas doenças, evitando danos relacionados ao desenvolvimento neuropsicomotor, sequelas, internações e mortes. Cerca de 52.200 exames devem ser realizados mensalmente em unidades do SUS, na cidade São Paulo.

Últimas