São Paulo Transporte deixa de aceitar Bilhete Único sem cadastro nesta quarta

Transporte deixa de aceitar Bilhete Único sem cadastro nesta quarta

Créditos remanescentes no cartão sem cadastro não serão perdidos e serão transferidos para o bilhete com o número do CPF 

  • São Paulo | Do R7

Cerca de 2,6 milhões de cartões nessas condições foram cancelados

Cerca de 2,6 milhões de cartões nessas condições foram cancelados

Reprodução

O Bilhete Único sem cadastro - que não possui um CPF associado - deixa de funcoinar a partir desta quarta-feira (1). Segundo a SPTrans (São Paulo Transporte), 2,6 milhões de cartões nessas condições foram cancelados.

Ainda de acordo com a SPTrans, os créditos remanescentes no bilhete sem cadastro não serão perdidos e serão transferidos para um cartão com o CPF.

"O objetivo é reforçar as medidas de combate a fraudes no sistema de transportes e, consequentemente, prejuízos aos cofres públicos e também aos passageiros. Os novos bilhetes possuem tecnologia mais moderna e segura", explicou a empresa em nota.

Como saber se preciso trocar cartão

Para saber se o cartão foi cancelado parte, basta verificar se no verso do bilhete o número de identificação começa com os dígitos 59, 71 ou 110. Outra opção é consultar no site da SPTrans utilizando o número do CPF.

Para fazer o cadastro, o usuário deve entrar na página da SP Trans e preencher todos os dados, como CPF, RH, nome completo e data de nascimento. A partir desta quarta-feira, já não é mais possível associar o CPF ao cartão. 

Bilhete Único personalizado

Para adquirir o bilhete de forma gratuita, é preciso fazer um cadastro no site da SPTrans e retirar o cartão em um dos 34 postos da SPTrans que realizam o serviço. Com nome e CPF do usuário, o cartão pode ser carregado com créditos comum, estudante, vale-transporte e mensal.

Últimas