São Paulo Transporte público de SP opera com frota normal neste feriado

Transporte público de SP opera com frota normal neste feriado

Apenas nas linhas 4-Amarela e 5-Lilás do Metrô, demanda será monitorada e mais trens poderão ser colocados em circulação

Transporte público de SP opera com frota normal neste feriado

Transporte público de SP opera com frota normal neste feriado

Edson Lopes Jr./R7 - 15.04.2021

Mesmo com o feriado nesta quinta-feira (3), o Metrô, a CPTM e os ônibus da SPTrans e EMTU circulam com intervalos equivalentes aos de um dia útil. Apenas as concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade, que operam as linhas 4-Amarela e 5-Lilás do Metrô, monitoram a demanda e prometem fazer os ajustes na frota, se necessário, de acordo com a demanda.

As sete linhas da CPTM circulam com intervalos de dias úteis. O mesmo acontece nas linhas intermunicipais de ônibus da EMTU e da SPTrans. De acordo com a prefeitura, a frota de ônibus das linhas municipais é a mesma dos dias úteis: 93,4% nos bairros mais afastados do centro e de 88,2% em toda a cidade.

A operação será normal, segundo as empresas, também nos demais dias do feriado prolongado, respeitando os horários correspondentes ao sábado e ao domingo.

No Metrô, as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata (monotrilho) mantêm a circulação dos trens como em um dia útil.

Em São Paulo, este feriado foi antecipado no calendário para controle da pandemia do novo coronavírus.

Nesta quinta e sexta, os passageiros podem embarcar com as bicicletas no Metrô das 10h às 15h e das 21h até o final da operação. Na CPTM, o acesso é permitido das 10h às 16h e após as 21h. Já na ViaQuatro e na ViaMobilidade, o embarque pode ser feito a qualquer momento.

Postos SPTrans

Os postos da SPTrans de atendimento aos usuários comum, vale-transporte, estudante e professor, localizados nos terminais de ônibus, estações de transferência, nas estações Jabaquara e Santana e a loja Augusta funcionam normalmente nesta quinta.

Mas o posto central e os postos de atendimento a gratuidades, que ficam nas subprefeituras, permanecem fechados durante a fase de transição do Plano São Paulo.

Últimas