São Paulo Trens: polícia investiga 30 grupos de "encoxadores"

Trens: polícia investiga 30 grupos de "encoxadores"

Três homens foram detidos desde segunda, um por estupro e dois por importunação ofensiva

  • São Paulo

Polícia monitora grupos de "encaxodores" em redes sociais. Eles estimulam atos obcenos contra mulheres

Polícia monitora grupos de "encaxodores" em redes sociais. Eles estimulam atos obcenos contra mulheres

Reprodução/Facebook

A Polícia Civil de São Paulo está investigando 30 grupos de molestadores que atuam no Metrô e na CPTM (Companhia Paulista de Transporte Metropolitano). Os grupos têm páginas no Facebook e em outras mídias sociais nas quais estimulam atos obscenos em mulheres no sistema metroviário. A Delpom (Delegacia de Polícia do Metropolitano) e a unidade de inteligência do Decade (Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas) querem levantar informações de quem são as pessoas e com quem elas se relacionam.

Só neste ano, a Delpom contabilizou 17 ocorrências de mulheres molestadas em composições da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e do Metrô. Destas, 16 foram registradas como importunação ofensiva ao pudor e uma como estupro.

Três homens foram detidos desde segunda-feira (17) — um foi acusado de estupro depois de molestar uma passageira que viajava em um trem da linha 7-Rubi da CPTM e os outros dois por importunação ofensiva ao pudor na estação Sé do Metrô. Na tarde desta quarta-feira (19), policiais foram à casa do homem que filmava as partes íntimas de mulheres na Estação da Sé para apreender o seu computador.

"Não vou usar mais vestido no metrô", diz mulher que teve partes íntimas filmadas na estação da Sé

Colaboração dos usuários

Depois da ocorrência de estupro, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e o Metrô pediram, em nota, a cooperação dos usuários para identificar e denunciar práticas de constrangimento e comportamentos inadequados no interior dos trens.

Os usuários devem denunciar os suspeitos imediatamente a algum agente de segurança. Outra opção é mandar um torpedo para o SMS-Denúncia, que garante total anonimato do passageiro. No Metrô, o número é 97333-2252. Já a CPTM disponibiliza o celular 97150-4949 ou o telefone 0800-055-0121.

No último fim de semana, o R7 denunciou a existência de grupos de molestadores que usam a internet para compartilhar experiências, marcar encontros e trocar imagens das vítimas e relatar casos de abuso sexual.

Últimas