São Paulo Três crianças morrem em incêndio na zona norte de São Paulo

Três crianças morrem em incêndio na zona norte de São Paulo

Corpos foram encontrados pelos bombeiros após o controle das chamas. Hipótese de incêndio criminoso não está descartada

  • São Paulo | Rafael Custódio e Geovanna Hora

Três crianças morrem em incêndio em SP

Três crianças morrem em incêndio em SP

Reprodução/Record TV

Três crianças morreram carbonizadas em um incêndio em uma casa na rua Euchário Rebouças Carvalho, número 55, na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo, por volta das 17h15 desta sexta-feira (2). Duas das vítimas tinham 2 anos e uma, 5. Uma terceira pessoa foi socorrida por inalação de fumaça.

Os corpos das crianças foram encontrados após equipes do Corpo de Bombeiros controlarem as chamas. Os bombeiros não souberam informar se elas estavam sob os cuidados de algum adulto ou sozinhas dentro da casa. 

Uma vizinha contou ao Cidade Alerta, da Record TV, que sentiu cheiro de queimado, ouviu gritos e uma explosão. Ela também relatou que viu uma das mães das crianças desesperada na rua. "Quando a gente ouviu a explosão e os bombeiros chegando, eu vi a mãe gritando desesperadamente", diz a testemunha. As vítimas eram dois irmãos e uma terceira criança, segundo testemunhas.

De acordo com informações preliminares, nos fundos da residência, funcionava uma confecção.

Um outro vizinho contou que ouviu uma explosão e viu uma fumaça espessa saindo do imóvel. Ele e outros vizinhos se juntaram para arrombar o portão, que estava trancado com uma corrente. Não foi possível salvar as crianças. O grupo apenas conseguiu virar o carro, que estava na entrada da casa, pra evitar uma nova explosão.

Ainda assim, o vizinho conta que ouviu um estouro, saiu correndo e quando olhou para trás, viu a casa inteira em chamas. Ele disse também que viu uma das mães das crianças na calçada, em estado de choque, ao lado de outro filho. Ele não soube dizer se ela havia acabado de chegar ou se tinha conseguido escapar.

Oito equipes dos bombeiros foram deslocadas para combater o incêndio. A hipótese de incêndio criminoso não está descartada. A ocorrência deve ser registrada no 20º DP (Água Fria).

Últimas