Trio é condenado por estelionato em falso leilão em Guarulhos (SP)

Segundo o TJ-SP, vítima depositou cerca de R$ 34,2 mil na conta de um dos acusados, após um suposto arremate de um veículo. Banco identificou fraude

Tribunal de Justiça de São Paulo

Tribunal de Justiça de São Paulo

Reprodução/ Instagram

Dois homens e uma mulher foram condenados por estelionato e associação criminosa após promoverem falsos leilões e roubarem mais de R$ 34.000 de uma vítima. De acordo com o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), a 6ª Vara Criminal da Comarca de Guarulhos emitiu a sentença na quinta-feira (15).

Leia também: Doria anuncia plano de retomada que prevê 2 milhões de empregos

Os dois homens tinham antecedentes criminais e receberam penas entre dois e dois anos e meio em regime fechado, inicialmente, e multa. A jovem, de 21 anos, é ré primaria e recebeu como pena o pagamento de multa no valor equivalente a três salários mínimos, além do cumprimento de serviços comunitários. Os valores obtidos com o golpe deverão ser restituídos à vítima.

Segundo o TJ-SP, a vítima depositou cerca de R$ 34,2 mil na conta de um dos acusados, após um suposto arremate de um veículo. O setor de fraudes do banco suspeitou da movimentação na conta e acionou a polícia.

Ainda de acordo com o TJ-SP, a conta já havia recebido outras grandes quantias de dinheiro, o que leva a crer que o grupo já teria aplicado o golpe em outras pessoas. O grupo utilizava uma página na internet para atrair vítimas interessadas. A página usada para os golpes era uma das primeiras a aparecem em pesquisas na internet.

Segundo o juiz responsável pelo caso, a recuperação de parte do dinheiro não os absolve dos crimes cometidos.