Novo Coronavírus

São Paulo Último paciente do hospital de campanha do Ibirapuera tem alta

Último paciente do hospital de campanha do Ibirapuera tem alta

Unidade atendeu 3.189 pessoas com covid-19 em cinco meses de atividade; equipamentos serão doados a hospitais e serviços de saúde

  • São Paulo | Do R7

O último paciente, Iray Fernandes, recebe alta sob aplausos de funcionários e parentes

O último paciente, Iray Fernandes, recebe alta sob aplausos de funcionários e parentes

Bruno Escolastico/PhotoPress/Estadão Conteúdo - 26/09/2020

O governo do Estado de São Paulo anunciou, neste sábado (26), que o Hospital de Campanha do Ibirapuera deu alta ao seu último paciente, Iray Fernandes, de 70 anos, e encerrou suas atividades após atender um total de 3.189 pessoas em cinco meses de atividade, durante a epidemia de coronavírus.

Em funcionamento desde 1º de maio, o hospital contava com 268 leitos, incluindo 28 de Terapia Intensiva. O pico de atendimento ocorreu em junho, com o registro de 1.492 pacientes.

Leia mais: Mais de 2.500 se curaram de covid-19 em hospitais de campanha de SP

Com a última alta, as equipes de saúde passarão a trabalhar na primeira etapa da desmobilização — o recolhimento dos materiais e insumos hospitalares. A infraestrutura começa a ser retirada na próxima quarta-feira (30) com previsão de término na primeira quinzena de outubro.

Os equipamentos serão doados pelas empresas MChacon e Deca, parceiros do hospital, para entidades assistenciais e outros serviços de saúde, totalizando 268 colchões, 100 camas, 12 televisões, 74 vasos sanitários, 118 torneiras, 14 chuveiros, 62 cubas de porcelana, 53 pias e quatro tanques de aço inox.

Homenagens

Equipes das Forças de Segurança do Governo de SP (Policiais Militares, Civis e Técnico-Científicos, Bombeiros, Defesa Civil e do Grupo de Resgate - GRAU) fizeram um grande cordão, com cartazes com mensagens positivas e de agradecimento e superação, salvas de palmas, luzes e sirenes para recepcionar os colaboradores que ajudaram a salvar vidas.

Cada profissional que atuou no local saiu da estrutura hospitalar com uma medalha, com a frase "Você fez a diferença. Nossa força vem da união", carregando 500 balões nas cores azul e branca. As bexigas foram lançadas ao ar para representar e homenagear todas as 2,4 mil vidas que foram salvas.

A primeira paciente internada no hospital, Aparecida Andreza Silva Viana, de 33 anos, foi convidada para acompanhar a saída do último paciente, Iray Fernandes, a alta de número 2.433. Ambos são moradores da Grande São Paulo e foram homenageados com flores.

Últimas