São Paulo Um dos fundadores do PCC, Geleião é internado com covid-19 em SP

Um dos fundadores do PCC, Geleião é internado com covid-19 em SP

Preso deixou a Penitenciária de Iaras, no interior de São Paulo, para receber tratamentos no Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário

  • São Paulo | Kaique Dalapola, do R7, e Letícia Dauer, da Agência Record

Geleião está internado com covid-19

Geleião está internado com covid-19

Divulgação

Um dos fundadores da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), José Marcio Felício, o Geleião, foi internado na noite da última sexta-feira (9), após sofrer complicações da covid-19. Ele deixou a Penitenciária de Iaras, no interior de São Paulo, onde está detido, para receber tratamentos no Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário.

A informação foi confirmada pela SAP-SP (Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo).

De acordo com as autoridades, Geleião é o único fundador do PCC que ainda está vivo. Ele e outros sete presos formaram a facção criminosa em 1993, na Casa de Custódia e Tratamento de Taubaté, também no interior de São Paulo.

Geleião foi preso no final dos anos 1970, e atualmente está em sistema de segurança para não ter a vida tirada por integrantes da facção. Investigações apontam que ele se tornou inimigo do PCC após conflitos ainda no início dos anos 2000.

Covid-19 nos presídios

Segundo a SAP-SP, desde o início da pandemia, 13.410 presos testaram positivo para covid-19, mas 91,91% (13.171) já estão recuperados e 42 morreram com a doença.

"A pasta esclarece que segue todas as determinações do Centro de Contingência do coronavírus. Medidas de higiene preconizadas pelos órgãos de saúde foram aplicadas, inclusive com a suspensão de atividades coletivas", disse em nota.

a secretaria afirma ainda que "a limpeza das áreas foi intensificada, a entrada de qualquer pessoa alheia ao corpo funcional foi restringida, foi determinada a quarentena para os presos que entram no sistema prisional, é realizado o monitoramento dos grupos de risco, ampliação na distribuição de produtos de higiene, álcool em gel e sabonete e distribuição de EPIS (Equipamentos de Proteção Individual)".

Últimas