Novo Coronavírus

São Paulo Uso obrigatório de máscaras completa um ano em São Paulo

Uso obrigatório de máscaras completa um ano em São Paulo

Decreto estadual multa em R$ 524 pessoas físicas e acima de R$ 5 mil estabelecimentos, multiplicada por pessoas sem equipamento

Willian Moreira/Futura Press/Estadão Conteúdo - 01.05.2021

O estado de São Paulo completa nesta sexta-feira (7) um ano desde a publicação do decreto que obriga o uso da máscara em seus 645 municípios.

O equipamento, uma das poucas medidas eficazes para barrar a proliferação do novo coronavírus, junto da higiene das mãos e do distanciamento pessoal, já foi alvo de peças de desinformação e, não raramente, é evitado por pessoas em locais públicos.

Para além da utilização da máscara como meio de proteção, segundo a decisão do governo estadual, há também a multa para aqueles que desrespeitarem a medida sanitária: R$ 524,59 para pessoas físicas e R$ 5.025,02 para estabelecimentos, valor multiplicado pelo número de pessoas sem o equipamento.

A proibição vale para os espaços de acesso aberto ao público, incluídos os bens de uso comum da população, o interior de estabelecimentos que executem atividades essenciais – sejam consumidores, fornecedores, clientes, empregados ou colaboradores – e em repartições públicas estaduais, pela população, por agentes públicos, prestadores de serviço e particulares.

Segundo o texto do decreto, a determinação durará enquanto perdurar a medida de quarentena instituída como enfrentamento à pandemia de covid-19. Cientistas afirmam, inclusive, que o uso das máscaras deve seguir mesmo após a vacinação, por tempo ainda indeterminado.

Últimas