São Paulo Usuários do Metrô relatam caos após problema na linha 3-Vermelha

Usuários do Metrô relatam caos após problema na linha 3-Vermelha

Com poucas informações oficiais, passageiros tiveram que recorrer às redes sociais

  • São Paulo | Do R7

Usuários invadiram a linha e houve conflito com seguranças

Usuários invadiram a linha e houve conflito com seguranças

Reprodução/ Twitter

As redes sociais foram as principais formas de acesso à informações entre os usuários do Metrô de São Paulo, na noite da última terça-feira (4), durante o caos que aconteceu na linha 3—Vermelha. Os passageiros reclamaram muito da demora de anúncios oficiais da companhia e também da falta de dados precisos sobre o que estava acontecendo, como Rodrigo Nunes:

— O glorioso @metrosp_oficial que já foi muito melhor em comunicação com os usuários, também está cada vez informando menos o que acontece.

O problema aconteceu por volta das 18h20 e fez com que os trens operassem com velocidade reduzida e, em alguns momentos, a circulação chegou a ser interrompida. De acordo com a companhia, a situação foi resolvida às 18h27. No entanto, a empresa afirmou ainda que, “usuários acionaram botões de emergência de sete trens que vinham atrás, em sequência, e desceram às passarelas de emergência, causando a interrupção da operação no trecho entre Palmeiras—Barra Funda e Sé.”

Leia mais notícias de São Paulo

Passageiros discutiram com os agentes, que não conseguiam convencer os trabalhadores de desistirem de deixar os trilhos. A situação ficou tensa na estação Sé. De repente, um jato de pó químico de extintor foi lançado sobre os passageiros que queriam entrar no túnel. A nota publicada no Facebook do Metrô diz que na estação "foram registrados atos de vandalismo às composições e agressão aos empregados" da empresa. 

O passageiro Felipe Lobo, reclamou da situação pelo Twitter

— O @metrosp_oficial ficou UMA HORA parado. Dentro do trem ninguém tinha informação. Surpresa seria NÃO acionar o botão de emergência

Outro usuário também se monstrou indginado.

— Culpar os usuários pelo problema ocorrido é muito mais fácil do que admitir a própria incompetência! #metrosp

— Vou comentar sobre o #metrosp ontem... descaso com a população, fiquei 20 minutos no metro esperando ele andar, sem ar condicionado.

Campanha orienta usuário de transporte público a pedir reembolso quando não estiver satisfeito com serviço

O Twitter possui diversas contas colaborativas, onde as pessoas compatilham informações. É o caso do @UsuariosMetroSP, que tem como um dos administradores Adilson de Paula Silva. Com o problema desta terça, ele teve que alterar o seu trajeto e ainda foi assaltado na zona leste de São Paulo. Para Silva, a falta de transparência da companhia foi a principal causa de toda a situação.

Assista ao vídeo: 

Últimas