Coronavírus

São Paulo Vacinação está suspensa na cidade de São Paulo nesta terça-feira (22)

Vacinação está suspensa na cidade de São Paulo nesta terça-feira (22)

Imunização será retomada na quarta-feira (23) para pessoas de 49 anos. Na segunda, houve falta de doses em mais de 300 postos

  • São Paulo | Do R7

Na quinta-feira (24) começa a vacinação para pessoas com 46 e 47 anos

Na quinta-feira (24) começa a vacinação para pessoas com 46 e 47 anos

João Nogueira - 19/05/2021/Futura Press/Estadão Conteúdo

A vacinação contra covid-19 está suspensa na cidade de São Paulo nesta terça-feira (22), um dia após mais de 300 postos sofrerem um "apagão de doses" denunciado por moradores com dificuldades para se imunizar. De acordo com a prefeitura, ao longo desta terça os estoques serão repostos com o repasse de 188 mil doses previsto pelo governo do estado.

Na quarta-feira (23), a cidade retoma a vacinação para pessoas de 49 anos e para as segundas doses.

O esgotamento do estoque foi justificado em razão da "alta adesão" do público entre 50 e 59 anos, que segundo a Prefeitura foi 90% vacinado. "A rede municipal de saúde iniciou esta segunda-feira, com cerca de 50 mil doses de vacinas contra a covid-19 em estoque. Às 13h, o estoque médio era de 22 mil doses, por isso, parte das unidades registrou falta temporária do imunizante", informou a Secretaria Municipal de Saúde.

O desabastecimento, que já tinha sido notado em menor escala ao longo do fim de semana, interrompeu parcialmente a aplicação no dia voltado para a chamada repescagem, uma segunda oportunidade para pessoas de 50 a 59 anos que perderam a primeira chance na semana passada.

O ritmo de vacinação foi acelerado após o mais recente anúncio do governo do estado em relação ao cronograma de aplicação. A gestão do governador João Doria (PSDB) mudou pela terceira vez o calendário no domingo (13), para prever que todos os adultos receberão a primeira dose até 15 de setembro.

Com isso, desde a semana passada a Prefeitura passou a escalonar as idades para aplicar a vacina em pessoas abaixo dos 60 anos sem comorbidades.

No sábado (19), duas unidades de saúde da zona norte da capital já tinham ficado sem doses. As unidades Carandiru e Vila Guilherme ficaram por algumas horas sem o imunizante. Na oportunidade, a Secretaria Municipal de Saúde informou que "devido a grande procura, ocorreram faltas pontuais e as unidades estão sendo reabastecidas".

 

Últimas