São Paulo Variante da covid-19 de Manaus predomina na cidade de SP

Variante da covid-19 de Manaus predomina na cidade de SP

Pesquisa com amostras indica que a variante corresponde a mais de 90% do total verificado entre os meses de abril e maio

  • São Paulo | Do R7

Variante da covid-19 vinda de Manaus predomina em São Paulo

Variante da covid-19 vinda de Manaus predomina em São Paulo

Pixabay

Uma variante da covid-19 originada em Manaus, conhecida como P1, é a predominante na cidade de São Paulo, de acordo com levantamento da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) em parceria com o Instituto Butantan, Instituto Adolfo Lutz e o Instituto de Medicina Tropical da USP.

A pesquisa analisou as novas variantes do coronavírus em circulação e apontou que as feitas com as amostras P1 correspondem a mais de 90% do total verificado entre os meses de abril e maio. Nessas análises, não há registro de circulação da variante indiana (B.1.617).

Os dados foram apresentados pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) e pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, durante uma visita à barreira sanitária instalada no terminal Tietê, na zona norte da cidade. Desde o mês passado, a Secretaria de Saúde intensificou as ações de prevenção do novo coronavírus no terminal, para controlar a entrada das variantes.

Desde o início das ações, 797 ônibus foram abordados no terminal, com triagem, isolamento e monitoramento, além de ações educativas de prevenção. Em parceria com a Anvisa, também foram feitas ações no aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, com 315 voos abordados.

A variante de Manaus pode ser de 1,7 a 2,4 vezes mais transmissível, segundo um estudo feito pela Science. A prefeitura reforça a necessidade de manter todos os cuidados sanitários para evitar a disseminação da doença na cidade de São Paulo.

Últimas