São Paulo Veículo utilizado por suspeitos de balear e matar policial é encontrado

Veículo utilizado por suspeitos de balear e matar policial é encontrado

Caso ocorreu em frente a um restaurante na Vila Carrão, às 18h16 do domingo. Polícia investiga morte de investigador na manhã desta segunda 

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Veículo que teria sido utilizado por suspeitos de matarem investigador

Veículo que teria sido utilizado por suspeitos de matarem investigador

Divulgação Polícia Civil

Um veículo modelo Renault Sandero, de cor preta, utilizado pelos dois suspeitos para fugir da cena do crime é localizado em Artur Alvim, nessa manhã de segunda-feira (26). Uma terceira pessoa dirigia o veículo.

O carro foi encontrado na avenida Engenheiro João Batista Araña, altura do número 200, em Artur Alvim, na zona leste de São Paulo.

Leia mais: Policial civil é morto em tentativa de assalto na zona leste de SP

Em imagens obtidas pela Record TV é possível ver quando os dois suspeitos fogem e entram no veículo, momentos após terem baleado o investigador Jorge Queiroz.

Após o crime, eles passaram por um sistema de monitoramento inteligente implantado pelo governo do Estado de São Paulo, na Avenida Cipriano Rodrigues, altura do número 314, na Vila Formosa, zona leste.

Segundo informações preliminares, o carro está legalizado mas tinha comunicação de venda há um tempo.

O 31º Distrito Policial, da Vila Carrão, informou que as equipes realizam diligências em diversos pontos de São Paulo, nesta segunda-feira (26), para localizar o suspeito de atirar no investigador e seus comparsas.

Segundo informações preliminares da Polícia Civil, o único suspeito já identificado é o João Victor Santos Nascimento, que têm antecedentes criminais. A Polícia reiterou que sua participação só será confirmada após ele ser localizado e prestar depoimento.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que não há atualização nas investigações e que, até o momento, ninguém foi detido.

O caso

Um policial civil, de 58 anos, morreu após ser baleado na noite deste domingo (25), na Rua Xiririca, na Vila Carrão.

Uma equipe da PM foi acionada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo. No local, os agentes encontraram o policial caído na porta de um restaurante. Ele foi socorrido ao Hospital Tatuapé, mas não resistiu.

O dono do restaurante contou que o policial foi abordado por dois homens na saída do estabelecimento. Ainda segundo ele, o agente teria entrado em luta corporal com um dos suspeitos, que disparou.

A dupla fugiu. A arma do policial foi apreendida, assim como sua carteira com documentos e uma quantia em dinheiro. Foi solicitada perícia para o local dos fatos.

O caso foi registrado como roubo pelo 31º DP (Vila Carrão), que apura os fatos.

Últimas