São Paulo Veja repercussão sobre pedido de licença de Bruno Covas por 30 dias

Veja repercussão sobre pedido de licença de Bruno Covas por 30 dias

Prefeito de São Paulo vai se afastar do cargo para se dedicar a uma tratamento médico contra câncer que se agravou

  • São Paulo | Do R7

Bruno Covas, prefeito de São Paulo

Bruno Covas, prefeito de São Paulo

Sebastião Moreira/EFE - 26.11.2020

Após o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciar neste domingo (2) que pedirá uma licença de 30 dias para tratar o agravamento de um câncer, políticos se pronunciaram em apoio ao tucano. O Santos Futebol Clube, que tem o prefeito como torcedor, também desejou força durante o tratamento.

Presidente estadual do PSDB-SP, Marco Vinholi, declarou "total e irrestrito apoio" ao prefeito. "O PSDB de São Paulo confia que, ao fim deste período de 30 dias, Covas retomará suas atividades com ainda mais dedicação. Estamos com Covas, lado a lado, nesta batalha."

Adversário de Covas no 1º turno da disputa pela prefeitura de São Paulo em 2020, Guilherme Boulos (PSOL) também se manifestou. "Desejo força e recuperação a Bruno Covas. Basta de confundir posições políticas opostas com desumanidade", disse.

Também concorrente na disputa, durante o primeiro turno, Márcio França, ex-governador de São Paulo, desejou melhoras ao prefeito: "Melhoras, Bruno! Força, foco e fé". 

"Vai dar certo.  Orando por você aqui!  Força!", afirmou Eduardo Paes (DEM), prefeito do Rio de Janeiro.  Ex-prefeito de Salvador e presidente do DEM, ACM Neto desejou força e boa recuperação ao prefeito. "Estamos na torcida e confiantes de que vai vencer mais essa!"

Últimas