Vereadores aprovam em 1º turno Lei de Diretrizes Orçamentárias de SP 

Previsão orçamentária da capital paulista para 2021 é de R$ 68,5 bilhões. Projeto de lei ainda precisa ser aprovado em segundo turno

Câmara dos Vereadores de São Paulo

Câmara dos Vereadores de São Paulo

VAN CAMPOS/ FOTOARENA /ESTADÃO CONTEÚDO - 16.07.2020

A Câmara dos Vereadores de São Paulo aprovou em primeiro turno nesta quinta-feira (30) a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) que define os gastos municipais em 2021. O PL (Projeto de Lei) 252/2020, do Executivo, estabelece as metas fiscais e as prioridades da administração pública para o ano que vem.

É LDO que orienta a elaboração da LOA (Lei Orçamentária Anual), que estima as receitas e fixa as despesas do Executivo para o ano seguinte. A previsão orçamentária da capital paulista para 2021 é de R$ 68,5 bilhões. O projeto ainda precisa ser aprovado em segunda votação.