São Paulo Vídeo mostra suspeito de atropelar ciclista sorrindo após acidente

Vídeo mostra suspeito de atropelar ciclista sorrindo após acidente

Após ser indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar), José Maria da Costa Júnior permaneceu em silêncio em depoimento à polícia na terça (10)

José Maria da Costa Júnior aparece sorrindo em filmagem dentro de elevador

José Maria da Costa Júnior aparece sorrindo em filmagem dentro de elevador

Reprodução/Record TV

Um vídeo gravado pelas câmeras de segurança do prédio em que mora José Maria da Costa Júnior, suspeito de atropelar e matar a ciclista e socióloga Marina Kohler Harkot, de 28 anos, em São Paulo, mostra o homem sorrindo momentos após o acidente.

Leia também: Suspeito de matar cicloativista em SP deixa delegacia sob protestos

José Maria foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar) pela morte da ciclista, mas não pode ser preso ainda devido ao artigo 236 do código eleitoral, (Lei 4737/65), ninguém pode ser preso desde cinco dias antes e até 48h depois do encerramento da eleição, somente em casos de flagrante.

Após ter sido indiciado, o suspeito permaneceu em silêncio durante o depoimento à polícia na terça-feira (10). Acompanhado pelo advogado de defesa, ele se apresentou ao 14º Distrito Policial (Pinheiros), foi ouvido e liberado. 

Cicloativista e pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo), Marina foi atingida enquanto trafegava de bicicleta pela Avenida Paulo VI, em Pinheiros, na zona oeste, às 0h17 de domingo (8). O Samu chegou a ser acionado por outras pessoas, mas a jovem morreu no local.

Últimas