São Paulo Ramo de pescados é alvo de investigação por crime tributário

Ramo de pescados é alvo de investigação por crime tributário

MPRS e Receita Estadual realizam ação para combater fraude fiscal. Operação cumpre 19 mandados de busca e apreensão

Lucas Carvalho, da Record TV São Paulo

O MPRS (Ministério Público do Rio Grande do Sul) e a Receita Estadual realizam uma operação, que começou na manhã desta quinta-feira (26), para combater um esquema de fraude fiscal estruturada no ramo atacadista de pescados. O objetivo da operação Pescado III é recuperar mais de R$ 30 milhões em ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) devido aos cofres públicos.

A operação cumpre 19 mandados de busca e apreensão em Rio Grande, Porto Alegre, São José do Norte e São Paulo.

O trabalho investigativo fiscal, iniciado pela Receita Estadual há mais de um ano, é um desdobramento das Operações Pescado I (2014) e Pescado II (2015). Essas duas fases resultaram em quatro mandados de prisão preventiva e R$ 38 milhões em autuações fiscais, que responsabilizaram empresas destinatárias/beneficiárias em Santa Catarina, com sequestro judicial de embarcações como garantia pelos prejuízos causados.

Últimas