São Paulo "Vovó" de 82 anos vira celebridade durante protesto em São Paulo

"Vovó" de 82 anos vira celebridade durante protesto em São Paulo

Ao lado de filho e neto, Marita Ferreira mostra que não há idade para se indignar

  • São Paulo | Thiago de Araújo, do R7

Dona Marita fez questão de participar

Dona Marita fez questão de participar

Tiago Queiroz/AE

Quem caminhava pela avenida Faria Lima na tarde desta segunda-feira (17), durante o quinto protesto contra o aumento da tarifa do transporte coletivo de São Paulo, não deixava de ser surpreendido pela presença de uma senhora ilustre. Marita Ferreira empunhava o seu cartaz com a seguinte frase: "82 anos, não vim pra brincar, vim me manifestar".

A senhora octogenária estava ao lado do filho, o corretor Roberto Cabral, de 50 anos. Ele resumiu, em entrevista ao R7, o sentimento de estar em uma manifestação como essa ao lado da mãe. Engana-se quem pensa que idade é um empecilho para dona Marita.

— Ela sempre quis vir na manifestação. Ela participou de várias já, durante a vida inteira. Ela mesmo é uma manifestação.

SP: agora na praça da Sé, protesto nesta terça tem 100 mil confirmados

O neto de dona Marita, de 24 anos, também, estava presente no protesto. Entre um passo e outro, a "vovó" que acabou carinhosamente apelidada assim pelos manifestantes, recebia pedidos para ser fotografada e tirar fotos com os manifestantes.

— Ela está maravilhosa, está adorando! Estaria sim doente se estivesse em casa.

O objetivo de toda a família, segundo Cabral, era se unir ao desejo de um Brasil mais igualitário para toda a população.

— Essa p... tem que mudar! Chega! Estamos aqui por tudo, pela violência, pela falta de respeito, pela presidente safada... é por tudo mesmo.
 

Últimas