Novo Coronavírus

Saúde África do Sul supera marca de 100 mil casos do novo coronavírus

África do Sul supera marca de 100 mil casos do novo coronavírus

Nação mais afetada no continente africam tem quase 2 mil mortes, e agora está entre os dez países com maior número de infecções ativas no mundo

  • Saúde | Da EFE

Pessoas aguardam por doações em Graaff Reinet, na África do Sul

Pessoas aguardam por doações em Graaff Reinet, na África do Sul

Kim Ludbrook / EFE-EPA - 12.6.2020

A África do Sul, o país no continente africano mais afetado pela pandemia do coronavírus, ultrapassou a marca de 100 mil casos, com quase 2 mil mortes, e agora está entre os dez países com o maior número de infecções ativas no mundo, de acordo com os últimos dados oficiais.

Com isso, a África do Sul segue sendo a grande exceção em um continente em que a pandemia progrediu mais lentamente do que em outras regiões do planeta.

De fato, a África do Sul acumula quase um terço do total de casos registrados em toda a África (pouco mais de 315 mil) e aproximadamente um quarto do total de mortes no continente (cerca de 8,3 mil até o momento).

Especificamente, de acordo com os últimos números divulgados pelo Ministério da Saúde, a África do Sul registra 101.590 casos, 1.991 mortes e 53.444 recuperados, elevando a atual taxa de infecção ativa para 46.155.

Atualmente, apenas nove outros países em todo o mundo têm casos mais ativos.

Últimas