Coronavírus

Saúde Agência dos EUA aprova dose de reforço da vacina da Janssen

Agência dos EUA aprova dose de reforço da vacina da Janssen

FDA autoriza americanos acima de 18 anos a receber mais uma dose do imunizante a partir de dois meses da primeira aplicação

  • Saúde | Do R7

EUA aprovam dose de reforço da vacina anti-Covid da Janssen

EUA aprovam dose de reforço da vacina anti-Covid da Janssen

Vincent West/Reuters - 22.4.2021

O Comitê Científico da FDA (Food and Drug Administration — agência reguladora dos Estados Unidos) autorizou, nesta sexta-feira (15), a aplicação da dose de reforço em todos os americanos acima dos 18 anos que receberam a vacina contra a Covid-19 da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson. O imunizante deve ser dado a partir de dois meses da primeira dose. 

A vacina é ministrada em dose única. Porém, no fim do mês passado, a farmacêutica apresentou resultados de um estudo mostrando que uma segunda aplicação, feita cerca de dois meses após a primeira, aumentou a proteção de 70% para 94%. 

Essa é a primeira autorização nos Estados Unidos de dose extra de proteção contra a Covid-19 aprovada para maiores de 18 anos. Até então, o reforço com a Pfizer e a Moderna só havia sido liberado para idosos e pessoas com problemas no sistema imune.

A Pfizer chegou a pedir à FDA a ampliação para todas as pessoas com mais de 16 anos, mas a agência reguladora decidiu limitar o alcance da autorização alegando que as evidências mostraram que o reforço é benéfico para os mais velhos e para as pessoas expostas a maior risco.

Mais de 15 milhões de americanos receberam esse imunizante, de acordo com os dados mais recentes do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos EUA.

Segundo dados do Ministério da Saúde, mais de 4,78 milhões de brasileiros foram vacinados com a Janssen. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não recebeu nenhum pedido do laboratório para analisar a aplicação de uma dose de reforço do imunizante. 

Últimas