Novo Coronavírus

Saúde Agência europeia antecipa análise de vacina da Moderna

Agência europeia antecipa análise de vacina da Moderna

Entidade diz ter recebido 'antes do previsto' o último arquivo de dados pendente que os especialistas necessitavam para avaliar processo

  • Saúde | Da EFE

Vacina da Moderna deve ser a segunda aprovada pelo órgão europeu

Vacina da Moderna deve ser a segunda aprovada pelo órgão europeu

Arquivo/Reuters

A EMA (Agência Europeia de Medicamentos) anunciou nesta quinta-feira (17) que convocou uma reunião extraordinária para o dia 6 de janeiro, na qual especialistas concluirão a avaliação da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Moderna. O encontro stava previsto inicialmente para o dia 12.

A entidade recebeu "antes do previsto" o último arquivo de dados pendente que os especialistas necessitavam para avaliar a solicitação da Moderna para obter uma licença de comercialização condicional do imunizante na União Europeia.

Isso permitirá que a EMA antecipe o anúncio das conclusões sobre a segurança e eficácia da vacina, pois os novos dados recebidos contêm informação "específica para a fabricação da vacina para o mercado da UE".

Leia também: Moderna deve enviar o dobro de vacinas da Pfizer aos EUA

Em uma atualização, a agência destaca que "avançou muito na análise da solicitação de autorização comercial da vacina mRNA-1273", da Moderna, e que manteve um "diálogo contínuo com a empresa".

O Comitê de Medicamentos Humanos poderá anunciar no dia 6 de janeiro sua opinião final sobre o imunizante, desde que "as provas demonstrem de maneira convincente que os benefícios das vacinas são maiores do que qualquer possível risco".

A reunião virtual marcada há quase três semanas para 12 de janeiro de 2021 será mantida na agenda do comitê para o caso de ser necessário voltar a se reunir por não chegar a conclusões definitivas no dia 6.

Últimas