Novo Coronavírus

Saúde Agência europeia inicia análise em tempo real da CoronaVac

Agência europeia inicia análise em tempo real da CoronaVac

Órgão regulador vai avaliar documentos da vacina conta covid-19 conforme forem sendo enviados pela Sinovac

Reuters
CoronaVac apresentou taxa de eficácia entre 50% e 90% em diferentes estudos

CoronaVac apresentou taxa de eficácia entre 50% e 90% em diferentes estudos

Valentyn Ogirenko/Reuters

A EMA (Agência Europeia de Medicamentos) disse nesta terça-feira (4) que iniciou uma análise em tempo real da vacina contra covid-19 CoronaVac, da chinesa Sinovac com base em resultados preliminares de testes com animais e humanos que indicam que a vacina produz uma resposta imunológica contra o coronavírus.

Dados da vacina serão analisados à medida que se tornarem disponíveis para ajudar a acelerar possíveis aprovações, disse a EMA.

Trata-se da primeira vacina chinesa que a EMA estuda em tempo real, e a quarta vacina contra covid-19 sob análise — as outras são as da CureVac, da Novavax e a russa Sputnik V.

A vacina da Sinovac mostrou taxas de eficácia de 50% a 90% em estudos diferentes, e atualmente tem autorização de uso na China, Indonésia, Brasil e Turquia, entre outros.

Ela utiliza o coronavírus SARS-CoV-2 inativado para ajudar o sistema imunológico a fabricar anticorpos.

No início de abril, a Sinovac disse que sua terceira fábrica de produção da vacina está pronta, o que dobra sua capacidade anual para 2 bilhões de doses. A empresa ainda disse que mais de 200 milhões de doses de vacinas foram distribuídas globalmente.

As analises contínuas são concebidas para acelerar o processo de aprovação permitindo que pesquisadores apresentem resultados em tempo real antes de os dados finais dos testes estarem disponíveis.

Últimas