Antiviral cubano é usado no tratamento contra coronavírus

Medicação teria auxiliado na cura de mais de 1500 pacientes; a fábrica responsável pela produção fica na China e utiliza tecnologia cubana

O remédio impede a evolução dos casos para quadros graves

O remédio impede a evolução dos casos para quadros graves

EFE/EPA/GEORGI LICOVSKI

O governo de Cuba anunciou pelo Twitter que um antiviral cubano está sendo usado no tratamento contra coronavírus na China. O Interferon alfa 2B (IFNrec) é utilizado contra outras doenças virais como HIV e hepatite.

Segundo informações do jornal oficial do Comitê Central do Partido Comunista Cubano, Granma, a medicação contribuiu para a cura de mais de 1.500 pacientes.

O consultor científico da BioCubaFarma, responsável pela fabricação do remédio, Luis Herrera Martínez afirmou em entrevista à televisão cubana que a escolha do Interferon alfa 2B se deu porque ele é eficaz contra vírus com características semelhantes às do novo coronavírus.

Segundo o especialista, a medicação impede que os casos evoluam para quadros graves.

O tuite da conta oficial da presidência cubana afirma que “a fábrica chinesa-cubana Changheber, em Jilin, produz desde o primeiro dia do Ano-Novo Lunar [25], o alfa interferon (IFNrec) com o uso da tecnologia cubana. A Comissão de Saúde da China selecionou nosso produto entre os usados na luta contra os coronavírus".

*Estagiária do R7 sob supervisão de Fernando Mellis