Coronavírus

Saúde Anvisa analisa uso emergencial de mais um remédio contra covid 

Anvisa analisa uso emergencial de mais um remédio contra covid 

Medicamento não foi testado no Brasil. EUA autorizaram uso em pessoas acima dos 12 anos, no caso de doença leve e moderada

  • Saúde | Do R7

Celular infectada com novo coronavírus

Celular infectada com novo coronavírus

Handout via REUTERS

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu, na segunda-feira (19), pedido de uso emergencial do medicamento sotrovimabe para tratar de pacientes com covid-19. A farmacêutica Glaxo Smith Kline Brasil fez a requisição junto à agência.

O fármaco é um anticorpo monoclonal, proteína produzida em laboratório que ajuda o sistema imunológico a combater vírus, bactérias e câncer por meio do reconhecimento de antígenos, e não teve exames clínicos testados no Brasil. 

Nas primeiras 24 horas, a agência faz a triagem do processo para confirmar a entrega de todos os documentos necessários para avaliação do pedido. Caso faltem dados importante, a Anvisa pode solicitá-las ao laboratório.

O prazo de análise é de 30 dias e não considera o tempo do processo em status de exigência técnica, que é quando o laboratório precisa responder questões técnicas feitas pela Agência dentro do processo. 

No dia 26 de maior, a FDA (Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos) aprovou o uso emergencial do medicamento para tratar a covid-19 de leve a moderada em pessoas com 12 anos ou mais.

Últimas