Coronavírus

Saúde Anvisa aprova inclusão de nova fábrica da vacina da Pfizer

Anvisa aprova inclusão de nova fábrica da vacina da Pfizer

Agência incluiu empresa em Indiana, nos EUA, como alternativa para produzir o imunizante contra a covid importado pelo Brasil

  • Saúde | Do R7

A vacina da Pfizer é a terceira mais aplicada no Brasil, segundo o Ministério da Saúde

A vacina da Pfizer é a terceira mais aplicada no Brasil, segundo o Ministério da Saúde

Myke Sena/MS -11.08.2021

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou nesta quarta-feira (1º) a aprovação da empresa Exelead, localizada em Indianápolis, no Estado de Indiana, nos Estados Unidos, como uma fabricante alternativa da vacina da Pfizer. O imunizante utilizado no Brasil é importado. 

"A introdução da unidade do estado norte-americano de Indiana aprimora a capacidade de fornecimento da nanopartícula lipídica (LNP) e de formulação do medicamento a granel. O produto fabricado na Exelead é transportado até o local das etapas de envase e embalagem", informou a agência por meio de nota. 

O imunizante, terceiro mais aplicado o Brasil, segundo o Ministério da Saúde, é importado da Pfizer nos Estados Unidos. A partir de 2022 a vacina vai começar ser produzida no Brasil. A informação foi divulgada pela farmacêutica na sexta-feira (25).

A fabricação no país será feita pela Eurofarma, laboratório de medicamentos genéricos. O acordo não cobre o processo de produção do RNA mensageiro, base do imunizante, que continuará sendo feito nas instalações da Pfizer, nos Estados Unidos.

Segundo a Anvisa, a solicitação de inclusão do novo fabricante foi feita há uma semana e aprovada na terça-feira (31).

"A certificação das boas práticas valida as estruturas e condições técnico-operacionais de determinada planta fabril para a produção do imunizante", aponta.

Últimas