Anvisa autoriza testes de mais uma vacina contra covid-19 no Brasil

No total, serão 7 mil participantes brasileiros; esta é a quarta vacina a obter autorização, as outras já iniciaram os testes em voluntários

Mais uma vacina contra a covid-19 passará por testes no Brasil

Mais uma vacina contra a covid-19 passará por testes no Brasil

Anton Vaganov/Reuters - 11.08.20

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou, nesta terça-feira (18), testes em humanos de mais uma vacina contra a covid-19. Este é o quarto imunizante a obter aval para ensaios clínicos no Brasil. As vacinas Coronavac, de Oxford e da Pfizer já realizam estudos do tipo no país.

A nova permissão foi concedida para a vacina chamada Ad26.COV2.S, produzida pela Janssen, farmacêutica da Johnson & Johnson. O imunizante é composto de um adenovírus geneticamente modificado, que não possui a capacidade de se replicar. Ele será um vetor para codificar a proteína S (spike), essencial para a entrada do coronavírus nas células humanas, de acordo com especialistas.

Leia também: Vacina contra coronavírus: por que desenvolvemos imunidade permanente para algumas doenças e para outras não?

Os testes da vacina serão feitos em adultos com 18 anos ou mais. Eles receberão uma dose única da vacina ou placebo. Mas pesquisadores e voluntários não saberão quem está recebendo uma coisa ou outra.

Trata-se da última fase de testes em humanos antes de uma possível aprovação para comercialização. A partir dos resultados, será possível saber se a vacina é realmente eficaz para proteger contra a covid-19.

A previsão é que até 60 mil voluntários participem desta estapa - destes, 7 mil serão brasileiros. O recrutamento de voluntários vai acontecer nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Norte e será feito por cada centro de pesquisa responsável pelos testes locais.