Novo Coronavírus

Saúde Anvisa recebe dados sobre eficácia da CoronaVac

Anvisa recebe dados sobre eficácia da CoronaVac

Agência tem reuniões com Butantan e Fiocruz de 'pré-submissão de pedido de uso emergencial' dos imunizantes nesta quinta-feira (7)

  • Saúde | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Anvisa tem reuniões com o Butantan e com a Fiocruz nesta quinta-feira (7)
  • Encontro permite o conhecimento prévio do projeto de registro das vacinas
  • Essa estratégia permite acelerar o processo de avaliação da Anvisa
  • Anvisa tem 10 dias para conceder o aval após a formalização do pedido de uso emergencial
Anvisa vai receber dados dos estudos com a CoronaVac em reunião com o Butantan

Anvisa vai receber dados dos estudos com a CoronaVac em reunião com o Butantan

Divulgação

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) se reúne na manhã desta quinta-feira (7), às  10h, com o Instituto Butantan para receber os dados dos estudos da CoronaVac, incluindo os de fase 3, a última de testes em humanos, que serve para atestar sua segurança e eficácia. A divulgação dos resultados vai acontecer em entrevista coletiva à imprensa do governo do Estado de São Paulo, às 12h45. 

Mais tarde, às 14h, a agência também terá uma reunião com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) para o recebimento dos resultados das pesquisas com a vacina de Oxford desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca. 

Leia também: O que se sabe sobre o início da vacinação no Brasil

De acordo com a agência, tratam-se de reuniões de "pré-submissão de pedido de uso emergencial". O orgão informa, por meio de nota, que essa é uma estratégia estabelecidada desde 2015 e segue o mesmo modelo de outras autoridades. 

O objetivo é "a apresentação do produto desenvolvido pela empresa e as suas perspectivas para comprovação de qualidade, eficácia e segurança", diz o texto.

Leia também: Eficácia da CoronaVac é de 50% a 90%, diz secretário paulista

"Essa iniciativa favorece o conhecimento prévio do projeto de registro do medicamento, facilitando os direcionamentos técnicos e legais, bem como a celeridade para a avaliação no Brasil", finaliza.

O pedido para o uso emergencial da CoronaVac está previsto para acontecer ainda nesta quinta (7). A Fiocruz também deve solicitar o aval em relação à vacina de Oxford até sexta-feira (8). A importação de 2 milhões de doses de vacinas prontas produzidas pelo Instituto Serum, na Índia, já foi autorizada pela Anvisa.

O órgão estabeleceu o prazo máximo de 10 dias para avaliar todos os pedidos de uso emergencial de vacinas contra a covid-19. Até o momento, nenhuma solicitação foi feita.

Últimas