Coronavírus

Saúde Após represamento de dados, Brasil tem 731 mortes por Covid em 24h

Após represamento de dados, Brasil tem 731 mortes por Covid em 24h

Estado de São Paulo teve aumento súbito nos registros por causa de problemas técnicos para acessar base do Sivep-Gripe

  • Saúde | Do R7

Mato Grosso e Distrito Federal também tiveram problemas no registro dos dados

Mato Grosso e Distrito Federal também tiveram problemas no registro dos dados

Amanda Perobelli/Reuters - 08.04.2021

O Brasil registrou, neste sábado (13), 731 mortes por Covid-19 e 14.642 novos casos diagnosticados, de acordo com os dados enviados pelos estados ao Ministério da Saúde e ao Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).

O relatório diário traz um aumento de 446 mortes em comparação com a véspera por causa do represamento de dados de outros dias do estado de São Paulo, que foram registrados apenas hoje em razão de problemas técnicos no acesso à base de dados do Sivep (Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica)-Gripe.  

Além de São Paulo, Mato Grosso e Distrito Federal tiveram problemas no registro dos dados e mantiveram as estatísticas desta sexta-feira (12) no balanço do Conass.

Com o balanço de hoje, o país contabiliza 611.222 óbitos e 21.953.838 pessoas que já foram diagnosticadas com a doença. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 21,1 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid-19 no país.

Segundo o Conass, a taxa de letalidade do coronavírus no Brasil é de 2,8% e a de mortalidade por cada 100 mil habitantes é de 290,9. A média móvel de óbitos nos últimos sete dias é de 262 e a média móvel de novos casos é de 11.359.

O Vacinômetro do R7 mostra que mais de 156,9 milhões de pessoas receberam a primeira dose de uma vacina anti-Covid no país, o que corresponde a 74% da população, sendo que mais de 124,5 milhões já receberam a segunda dose ou uma vacina de dose única e estão completamente imunizadas.

Últimas