Saúde Araraquara tem a segunda morte por dengue do ano

Araraquara tem a segunda morte por dengue do ano

Prefeitura de Campinas inaugurou  uma ala especial para pacientes com sintomas da doença

  • Saúde

Em situação de epidemia há mais de um mês, a cidade de Araraquara, na região norte do Estado, registrou a segunda morte por dengue este ano. A vítima, a nutricionista Maria Clara Marques Gomes, de 50 anos, morreu na sexta-feira, 17, depois de ter sido internada na unidade de emergência do Hospital Beneficência Portuguesa com diagnóstico positivo para a doença.

A causa da morte consta no atestado de óbito da paciente, mas não pôde ser confirmada porque a família, abalada, não permitiu que o corpo fosse encaminhado para o serviço de verificação do óbito.

A prefeitura vai pedir que amostras colhidas pelo hospital sejam enviadas ao Instituto Adolfo Lutz.

Um dia na vida de um 'inspetor da dengue' em São Paulo

No outro caso já confirmado, a vítima, um homem de 53 anos, morreu de complicações da doença no final de fevereiro. A cidade tem 1.586 casos de dengue confirmados este ano.

Campinas

Com 22,5 mil casos confirmados de dengue, a prefeitura de Campinas, no interior de São Paulo, inaugurou uma ala especial para pacientes com sintomas da doença, no Hospital Municipal Ouro Verde. O "dengário", como é conhecida a nova unidade, tem capacidade para 300 atendimentos por dia. A ala será a 'porta de entrada' para os possíveis portadores de dengue, já que fará a triagem e o encaminhamento dos que precisam passar por hidratação ou atendimento mais especializado.

A cidade tem ainda 4,3 mil casos em investigação e já registrou quatro mortes confirmadas por dengue este ano. O município já dispõe de alas para receber pacientes com sintomas em outras unidades, mas estas não conseguem atender a toda a demanda. Soldados do Exército e agentes da Guarda Civil Municipal atuam no combate aos focos da doença.

Últimas