Novo Coronavírus

Saúde AstraZeneca diz que vacina deve ser eficaz contra cepa do coronavírus

AstraZeneca diz que vacina deve ser eficaz contra cepa do coronavírus

Farmacêutica britânica disse ainda que estudos estão em andamento para investigar totalmente o impacto da mutação em seu imunizante

Reuters
Nova mutação foi encontrada no Reino Unido

Nova mutação foi encontrada no Reino Unido

Maxim Shipenkov/EFE/EPA - 05.12..2020

A farmacêutica britânica AstraZeneca disse nesta terça-feira (22), que sua vacina contra a covid-19 deve ser eficaz contra a nova mutação do coronavírus, acrescentando que estudos estão em andamento para investigar totalmente o impacto da mutação.

"A AZD1222 (vacina candidata da AstraZeneca) contém o material genético da proteína Spike do vírus Sars-CoV-2, e as alterações no código genético vistas nesta nova cepa viral não parecem alterar a estrutura dela", disse um porta-voz da AstraZeneca à agência Reuters.

Mais cedo, a empresa alemã BioNTech informou, nesta terça-feira (22), estar "muito confiante" que a sua vacina contra a covid-19, desenvolvida em conjunto com a Pfizer e cuja comercialização foi autorizada esta segunda-feira (21) pela Agência Europeia de Medicamentos, também é eficaz contra a variante do coronavírus detectada no Reino Unido.

Caso não funcione, a empresa explicou que, tecnicamente, poderia redesenhar o imunizante em seis semanas para adaptá-lo.

Últimas