Brasil já registra 161,2 mil casos de suspeita de zika

Do total de notificações, 64,3 mil já foram confirmadas e 13,5 mil eram de mulheres gestantes

Brasil já registra 161,2 mil casos de suspeita de zika

Equipes da Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde do DF, trabalham para dedetizar prédios da capital

Equipes da Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde do DF, trabalham para dedetizar prédios da capital

Andre Borges/Agência Brasília

O Brasil já registrou neste ano 161,2 mil casos suspeitos de zika, segundo o mais recente boletim do Ministério da Saúde, com dados até o dia 28 de maio.

Do total de notificações, 64,3 mil já foram confirmadas e 13,5 mil eram de mulheres gestantes.

O ministério afirma que o período de pico da doença neste ano já passou.

O ápice no número de infecções aconteceu na terceira semana de fevereiro, quando 16 mil casos foram reportados. Na última semana de maio, o número caiu para 12.

EUA registram novos casos de bebês com má-formação ligada ao zika

Zika reduz o desenvolvimento do cérebro fetal em 40%

No acumulado do ano, os Estados de Mato Grosso, Bahia, Rio e Tocantins apresentam as maiores taxas de incidência da doença.

O boletim do ministério revela ainda que o País acumula também 122,7 mil casos e 17 mortes por chikungunya.

Em relação à dengue, já são 1,2 milhão de registros e 288 óbitos, números inferiores aos do mesmo período ano passado.

Temor do zika faz mulheres latino-americanas buscarem pílulas abortivas, diz estudo