Sarampo
Saúde Brasil registra mais de 1,9 mil casos de sarampo. DF tem 1º caso 

Brasil registra mais de 1,9 mil casos de sarampo. DF tem 1º caso 

Há ainda mais de 7 mil casos em investigação, segundo Ministério da Saúde; Amazonas e Roraima continuam enfrentando surto da doença

Brasil registra mais de 1,9 mil casos de sarampo. DF registra 1º caso

A vacinação contra o sarampo em Roraima teve início em março

A vacinação contra o sarampo em Roraima teve início em março

Divulgação/Sesau

O Brasil registrou 1.935 casos confirmados de sarampo, o que representa 169 novos casos em uma semana. O boletim foi divulgado nesta quarta-feira (3) pelo Ministério da Sáude. Há ainda 7.974 em investigação.

Leia também: Número de casos de sarampo no Brasil é o maior em 20 anos

Não houve aumento do número de mortes neste período, permanecendo 10 no total. Quatro ocorreram em Roraima (3 estrangeiros e 1 brasileiro), 4 no Amazonas (todos brasileiros), e 2 no Pará (ndígenas venezuelanos).

Amazonas e Roraima ainda enfrentam surto da doença. O Amazonas apresenta 1.525 casos confirmados e 7.873 suspeitos. Já Roraima dispõe de 330 casos confirmados e 101 em investigação.

Outros Estados também registram casos confirmados, mas, segundo o Ministério, são considerados isolados, importados do Amazonas ou de Roraima: em São Paulo permanecem 3, no Rio de Janeiro, 18, no Rio Grande do Sul subiram de 29 para 33, em Rondônia, subiram de 2 para 3, em Pernambuco permanecem 4, no Sergipe, 4, e no Pará, 14. O Distrito Federal registrou o primeiro caso.

O Ministério da Saúde ressalta que os surtos em Roraima e no Amazonas estão relacionados à importação do vírus da Venezuela, pois o genótipo do vírus (D8) que está circulando no Brasil é o mesmo que circula no país vizinho, que enfrenta surto da doença desde o ano passado.

Leia também: Bolinhas pelo corpo? Saiba diferenciar sarampo de catapora

Segundo a pasta, o país ultrapassou a meta da campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite, encerrada no último dia 14, de imunizar ao menos 95% do público-alvo, que são crianças de 1 a 4 anos.

A cobertura vacinal foi de 97,9% para a pólio e 97,7% para o sarampo. Mais de 4,6 mil cidades atingiram a meta. O Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) afirma que foram aplicadas 21,9 milhões de doses das vacinas no país, sendo 10,7 milhões de cada. Quinze Estados alcançaram a meta para as duas vacinas. Outros dois, São Paulo e Tocantins, conseguiram o índice na vacinação de pólio.

Embora a primeira dose da vacina contra o sarampo seja recomendada pelo Ministério da Saúde aos 12 meses, no Amazonas e em Roraima a idade foi reduzida para 6 meses devido à grande incidência da doença em bebês.

Tire todas as suas dúvidas sobre o sarampo: 

    Access log